sexta-feira, junho 02, 2006

Animais da Serra da Arrábida - Bufo-Real


Bufo Real
Nome vulgar: Bufo Real
Nome científico: Bubo buba

Descrição geral
É muito semelhante ao mocho, pela presença de penachos (orelhas), é no entanto uma ave de rapina nocturna de apreciáveis dimensões, podendo atingir 1,70 m de envergadura.

Habitat

É uma ave solitária, formando casais sedentários e territoriais durante todo o ano.Vive em territórios que proteje e marca através das suas poderosas e características vocalizações (um "HOO-o" audível a mais de 5 km), fazendo-se ouvir mais frequentemente durante o Inverno, altura em que se inicia a sua época de reprodução.

Alimentação

Caça ao anoitecer, alimentando-se de ouriços-cacheiros, lebres, coelhos, roedores e aves, tendo no entanto um espectro alimentar muito vasto que inclui um grande número de mamíferos carnívoros (por exemplo raposas, gatos e cães) e aves de rapina diurnas e nocturnas. Este papel de super predador ou predador do topo da cadeia alimentar (só partilhado na Europa, pelo Lobo e a Águia-real), faz com que seja uma espécie muito importante nos ecossistemas onde habita, pois controla o número e densidade de outras espécies de predadores. Além disso, por ser uma espécie sensível às actividades e interferências humanas no meio, é uma espécie-chave do ecossistema onde habita, tendo uma grande relevância como espécie-indicadora da qualidade ecológica dos ecossistemas.

Reprodução

Nidifica em cavidades nas rochas ou em troncos de árvores. Normalmente a postura é de 2 a 4 ovos brancos, sendo o período de incubação de 34 a 36 dias. Os pequenos bufos passados 20 dias já se movimentam nas rochas e passados 34 a 60 dias começam a voar.

Porque está em vias de extinção
:

Actualmente está em vias de extinção devido principalmente à perseguição humana, ou seja, pela perseguição directa que lhe é movida por ser tida como uma espécie "destruidora da caça" ou pela rarefacção das suas presas principais e de zonas desabitadas e inóspitas que necessita para sobreviver.

O que podes fazer para salvar o Bufo Real

Sensibiliza as pessoas e informa-as sobre o perigo de extinção da sua espécie para que daqui a muitos anos numa noite de Inverno e no vale inóspito de um rio algures em Portugal, um dos sons mais belos da natureza: o cantar de um casal de bufos-reais em plena corte nupcial se faça ouvir prometendo o início de uma nova vida.

4 Comments:

At 07 junho, 2006 16:04, Anonymous Anónimo said...

Exta me3xmo horrivel!!!LOooooooooooooooooool!!!
Dahx Axam xeux burrox
ANónimoooooooooooooooooooooo

 
At 17 junho, 2006 22:14, Blogger rS said...

Marta diz ao resto do pessoal achas que posso publicar o meu poema? Ah e já agora temos que combinar quem vai tirar fotos aos trabalhos de A.P., como a stôra Teresa disse. Bjx

 
At 21 julho, 2006 15:46, Anonymous Anónimo said...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

 
At 23 julho, 2006 12:36, Anonymous Anónimo said...

I find some information here.

 

Enviar um comentário

<< Home