quinta-feira, maio 25, 2006

Animais da Serra Arrábida - Doninha

Doninha

A mustela nivalis (o seu nome científico), do género mustela, mais conhecido por doninha, é o menor carnívoro da Europa.
Tem pelagem uniforme, da cor castanha no dorso e branca no ventre, mas as variedades do Norte e do Este da Europa ficam brancas no Inverno. Apresenta dimorfismo sexual acentuado, sendo os machos maiores que as fêmeas.
Os seus dejectos são pequenos e normalmente são compridos e retorcidos, sendo a maior parte das vezes depositados em muros de pedra ou na vegetação. As pegadas são também pequenas e nestas é possível ver-se 5 dedos alongados com unhas.
Vive numa vasta variedade de habitats, desde pastos até florestas e montanhas desde que tenha abrigo e presas. Mas tem preferência por campos agrícolas, especialmente os que se encontram com muros de pedra.
São animais solitários e activos de dia e de noite (alternando horas de repouso com horas de actividade).
A dieta consiste em mamíferos, como roedores e coelhos. Aves, répteis e ovos podem ser comidos de vez em quando.
As suas crias nascem entre Abril e Maio, podendo haver mais ninhadas em Julho/Agosto se houver muito alimento.
A gestação dura de 34 a 37 dias e o número de crias varia entre 4 e 6.
Em Portugal é uma espécie não ameaçada, mas incluída nas espécies cuja sobrevivência pode estar ameaçada se não se adoptarem especiais precauções.
Trabalho de A.P.