quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Sida - está na tua mão prevenir!


.
A Sida
1. O que é a sida?
.
Sida quer dizer Síndroma da ImunoDeficiência Adquirida:
- Adquirida, significa que a pessoa está infectada com o HIV.
- Imunodeficiência, que há uma fraqueza no sistema do corpo que combate as doenças.
- Síndrome, quer dizer um conjunto de problemas que constituem uma doença.
Este vírus ataca as defesas imunitárias do organismo ( o sistema de auto-defesa do corpo ) e enfraquece-as a tal ponto que até uma simples gripe pode ser fatal - O corpo por estar muito fraco, pode ser " atacado " por fungos, bactérias, e até certos tipos de tumores.
.
3. O que é ser seropositivo?
.
É a pessoa contagiada pelo vírus HIV.
Podem passar-se muitos anos até aos primeiros sintomas.
Se tiveres alguma dúvida ou se tiveres tido uma relação sexual desprotegida, o melhor é fazeres o teste.
.
4. Há cura para a Sida?
.
Não há cura para a Sida. Os medicamentos apenas retardam o avanço da doença. O seropositivo passa a ter de tomar vários comprimidos por dia, para o resto da vida.
.
O VÍRUS DA SIDA
.
O vírus da sida pode apanhar-se ou transmitir-se muito facilmente se não tivermos cuidados. Pois aqui temos alguns comportamentos relativos à possibilidade de transmissão e não transmissão.
.

NÃO SE TRANSMITE
Utilizar preservativos em todo o tipo de relações sexuais
Tomar banho com portadores (duches, piscinas, etc.)
Picada de insectos.
Beijar-se socialmente e abraçar-se.
Beber do mesmo copo ou da mesma garrafa.
Jogar ou brincar com portadores.
Aperto de mão.
Partilhar a roupa.
Utilizar os mesmos sanitários que os portadores .

TRANSMITE-SE
Fazer amor com portadores de HIV.
Partilhar as escovas de dentes.
Utilizar a mesma seringa
Tatuagens com agulhas não esterelizadas.
Partilhar lâminas de barbear e outros objectos pessoais cortantes.
Da mãe ao feto.

.
Se quisermos pudemos evitar a transmissão da Sida.
Muda o teu comportamento por causa da Sida, mas não mudes os teus hábitos por causa da Sida.
Mas lembra-te que também podes evitar otras doenças sem ser a Sida... é só quereres.

.
Trabalho feito em Área de Projecto por:
Iara, Ana, Rita, Rute, Joana, Beatriz
.
..
Bibliografia
.
Terra Viva, Isabel Caldas e Maria Isabel Pestana, Ciências da Natureza 6º ano, Carnaxide, Santillana Constância, 2005.

Os nossos ossos!



Vão até. http://pt.wikipedia.org/wiki/Esqueleto_Humano


  • Assim é o esqueleto...

O nosso esqueleto é constituído por cabeça, tronco e membros.

  • Para que serve o esqueleto?

O esqueleto é a estrutura do nosso corpo. Sem ele, eramos uma massa mole e gelatinosa, como uma minhoca.

  • Se partirmos os ossos, o que fazer?

Os médicos vão ter de engessar até ficar reparado. É preciso uma pancada muito forte para partir um osso.

  • O que devemos fazer para ter os ossos fortes e saudáveis?

Devemos ingerir alimentos ricos em cálcio, como o peixe, leite e derivados, legumes secos,etc. Também devemos ingerir alimentos ricos em fosforo,como a carne,peixe,ovos,legumes entre outros.Devemos praticar exercício fisico para fortalecer os ossos.

Trabalho feito em Área de Projecto por: Joana, Margarida, Nair, Teresa e Tiago.

Alimentação saudável

Introdução

O tema que resolvemos escolher foi a alimentação, pois queremos mostrar aos outros que é muito importante ter uma alimentação saudável e equilibrada.
Pretendemos tratar: os nutrientes, a roda e pirâmide dos alimentos, algumas informações sobre a água e como fazer para manter uma alimentação saudável, com o objectivo de todos nós compreendermos melhor o mundo da alimentação.






O que são nutrientes?
Para poder viver,o homem precisa de se alimentar. Para isso,cada alimento fornece ao organismo substâncias indispensáveis à manutenção da vida,denominadas nutrientes.
Os nutrientes que os alimentos podem fornecer são:

*Proteínas. *Minerais.
*Hidratos de carbono ou glúcidos. *Água.
*Gorduras ou lipidos. *Fibras.
*Vitaminas.

Como fazer para ter uma alimentação saudável?
Se pretendermos ter uma vida saudável é essencial criar hábitos alimentares correctos,tais como:
*Tomar sempre o pequeno-almoço.
*Não passar mais de três horas sem comer.
*Aumentar o consumo de leite,produtos hortícolas e fruta.
*Não comer em excesso.
*Fazer uma alimentação variada.
*Não consumir sal nem açúcar em excesso.
*Não abusar das gorduras nem consumir bebidas alcoólicas.


A roda dos alimentos pode ajudar-nos a comer melhor, pois ensina-nos a escolher e a coombinar alimentos, de modo a termos uma alimentação equilibrada e completa. Nela, os alimentos estão agrupados em sectores de tamanhos diferentes.
Conselhos úteis para praticar uma alimentação saudável:
Em cada refeição:
Escolhe, pelo menos, uma alimento de cada sector.
Varia o mais possível os alimentos dentro de cada sector, pois eles são substituíveis entre si.
Come em maior quantidade os alimentos dos sectores com maior área da roda e em menor quantidade os alimentos dos sectores com menor área.


Fonte: www.consumidor.pt


A pirâmide da alimentação saudável representa um novo conceito de alimentação, uma vez que na sua base estão incluídos o exercício físico e o controlo de peso, até agora ausentes nestas representações. Este novo modelo ajuda-nos a comer de um modo saudável, mostrando também a quantidade dos diferentes tipos de alimentos que se deve incluir numa alimentação equilibrada, uma vez que:

-procura distinguir as gorduras boas das más, dando preferência aos óleos vegetais;
-procura distinguir os hidratos de carbono bons dos maus, aconselhando os cereais integrais;
-inclui as carnes vermelhas (porco, vaca, borrego, etc.) no vértice, tal como os doces, a batata e a manteiga, pois o seu uso frequente prejudica a saúde.



Água!!! Água!!!


Podias sobreviver semanas sem ingerires alimentos, mas sem água apenas alguns dias.
Deve-se aumentar o consumo de produtos hortícolas e frutas. Estes alimentos são muito ricos em vitaminas, minerais e fibras. Estimulam o crescimento, o bem-estar e o normal funcionamento dos órgãos, evitando o aparecimento de doenças do coração e do sistema digestivo.
Por isso, deve-se fazer uma alimentação variada.

Área de Projecto: André, Rafael, Luís, Fábio, Kristian

Doenças cardiovasculares


Quais são os factores de risco?

Pressão Arterial: é o principal fator de risco para AVC. Na população, o valor médio é de "12 por 8"; porém, cada pessoa tem um valor de pressão, que deve ser determinado pelo seu médico. Para estabelecê-lo, são necessárias algumas medidas para que se determine o valor médio. Quando este valor estiver acima do normal daquela pessoa, temos a hipertensão arterial. Tanto a pressão elevada quanto a baixa são prejudiciais, A melhor solução é a prevenção!
Doença Cardíaca: qualquer doença cardíaca, em especial as que produzem arritmias, pode determinar um AVC. "Se o coração não bater direito"; vai ocorrer uma dificuldade para o sangue alcançar o cérebro, além dos outros órgãos, podendo levara uma isquemia. As principais situações em que isto pode ocorrer são: arritmias, enfarto do miocárdio, problemas nas válvulas etc.
Colesterol: o colesterol é uma substância existente em todo o nosso corpo, presente nas gorduras animais; ele é produzido principalmente no fígado e adquirido através da dieta rica em gorduras.
Tabaco: sempre devemos evitá-lo; é prejudicial à saúde em todos os aspectos, principalmente naquelas pessoas que já têm outros factores de risco aqui citados. Acelera o processo de aterosclerose, torna o sangue mais grosso (concentrado) ao longo dos anos (aumentando a quantidade de glóbulos vermelhos) e aumenta o risco de hipertensão arterial.
Consumo excessivo de bebidas alcoólicas: quando isso ocorre por muito tempo, os níveis de colesterol se elevam; além disso, a pessoa é mais propensa à hipertensão arterial.
Idade: quanto mais idosa uma pessoa, maior a sua probabilidade de ter um AVC. Isso não impede que uma pessoa jovem possa ter.
Sexo: até aos 51 anos de idade os homens são mais propensos do que as mulheres; depois desta idade, o risco praticamente se iguala.


Quais são as formas de prevenção das doenças cardiovasculares?

É possível reduzir o risco de doenças cardiovasculares através da adopção de um estilo de vida mais saudável:
*Deixe de fumar;
*Controle regularmente a sua pressão arterial, o seu nível de açúcar e gorduras no sangue;
*Tenha uma alimentação mais saudável, privilegiando o consumo de legumes, vegetais, fruta e cereais;
*Pratique exercício físico com regularidade;
*A partir de uma determinada idade (50 anos para as mulheres e 40 anos para os homens) é aconselhável a realização de exames periódicos de saúde; A prevenção deve começar mais cedo para os indivíduos com história familiar de doença cardiovascular precoce ou morte súbita.

Trabalho realizado em Área de Projecto por:
Mónica, António, Marta, João e Teresa X

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

O gato corajoso

O gato corajoso
.
Era uma vez uma menina chamada Filipa que vivia com a mãe e com o seu gato, o Pinóquio.
A sua avó que vivia no bosque estava muito doente. Então um dia, a mãe disse-lhe:
- Filipa a tua avó está muito doente leva-lhe um cesto com bolachas, que ela vai gostar.
- Está bem mãe mas posso levar o Pinóquio?
- Sim, podes - respondeu a mãe.
Quando a Filipa disse ao gato, ele ficou eufórico.
- Que bom, espera só um pouco - disse o gato.
A menina esperou. Passaram-se trinta minutos e o gato apareceu com botas, chapéu e uma espada quase maior que ele, o que a menina achou estranho e perguntou-lhe:
- Pinóquio porque vais assim vestido?
- Então Filipa não é todos os dias que vou para o bosque, tenho que te proteger - Respondeu o Pinóquio.
- Está bem tu é que sabes - Disse Filipa.
- Vamos?- Perguntou Pinóquio impaciente.
- Sim vamos - Respondeu Filipa.
Filipa despediu-se da mãe, pegou no cesto para a avó e saiu. Quando estavam a chegar viram um lobo e Filipa assustada agarrou em Pinóquio e fugiu até à casa da sua avó. Mas o lobo sabia um caminho mais rápido e conseguiu chegar primeiro.
Quando lá chegou pôs a avózinha no armário, vestiu as roupas delas e deitou-se na cama.
Quando Filipa e Pinóquio chegaram, bateram à porta e Filipa disse:
- Avózinha sou eu a Filipa, posso entrar?
- Claro, minha querida entra - Disse o lobo.
Quando Filipa entrou e viu o lobo disse:
- Avózinha estás diferente.
- É da idade minha querida.
Passaram-se dez minutos e quando Filipa menos esperava o lobo agarrou-a e disse:
- Eu não sou a tua avó sou o lobo.
Ao ouvir aquilo, Pinóquio tira a sua espada e envolveu-se numa grande luta com o lobo, vencendo-o.
Assim o lobo morreu e todos viveram felizes para sempre.
.
Marta

Os três porquinhos e o capuchinho vermelho.

Era uma vez três porquinhos que viviam com a sua mãe numa floresta.
A mamã porquinho decidiu que já era altura dos seus filhos saberem como era o mundo. Então, os três porquinhos despediram-se da sua mãe e cada um foi por um caminho diferente.
O primeiro porquinho, como era muito, muito preguiçoso, construiu uma casa de palha na floresta ao pé de uma quinta, com galinhas.
Depois de ter construído a sua casa, deitou-se a dormir. Como o lobo ia lá todos os dias roubar galinhas, viu o porquinho dentro de casa e ordenou-lhe:
- Abre a porta porquinho, se não soprarei e a tua casa derrubarei.
O porquinho não a abriu e o lobo soprou, derrubou a casa e o porquinho comeu.
O segundo porquinho que também era um pouco preguiçoso, parou no caminho e construiu uma casa feita com ramos. O lobo, quando ia a passar viu o porquinho e disse-lhe:
- Abre a porta porquinho, se não soprarei e a tua casa derrubarei.
O porquinho não a abriu e o lobo soprou, soprou, derrubou a casa e o porquinho comeu.
O terceiro porquinho, que trabalhou para ser alguém na vida, decidiu construir uma casa de tijolos na cidade, ao pé do capuchinho vermelho.
Quando acabou de construir a casa, foi cumprimentar o capuchinho, que estava de saída.
O capuchinho, como tinha de ir levar à sua avozinha uma cesta com algumas coisas, convidou o porquinho, e o porquinho aceitou...
A meio do caminho, encontraram o lobo que queria comer o porquinho, mas ele, fugiu a tempo e voltou para a sua casinha.
Enquanto isso, o capuchinho ficou lá e o lobo perguntou-lhe:
- Onde vais capuchinho?
- Vou levar uma cesta de doces e alguns aperitivos à minha avó- respondeu o capuchinho.
Ao saber disto o lobo foi a correr pelo caminho mais próximo até a casa da avózinha do capuchinho.
Quando lá chegou, bateu à porta e a avó abriu-a.
O lobo saltou para cima da avózinha e comeu-a.
Depois de comer a avózinha foi a casa do terceiro porquinho do terceiro porquinho e disse-lhe:
- Abre a porta porquinho, se não soprarei, e a tua casa derrubarei:
- Sopra à vontade. A mim não me metes metes medo.
Então o lobo soprou, soprou, até que gastou as suas forças e não deitou a casa a baixo. Até que se lembrou de entrar pela chaminé mas, o porquinho como era esperto, tapou a chaminé.
O capuchinho-vermelho, decidiu seguir o lobo, chamou um lenhador que o matou e lhe abriu a barriga.
Então, os dois porquinhos e a avó sairam sãos e salvos.
E assim acabou a história, e acabou muito bem, pois ficaram de barriga cheia com a festa que o terceiro porquinho deu.

Rute