terça-feira, janeiro 31, 2006

A festa das frutas

Era uma vez uma abóbora verde e uma ervilha amarela, elas as duas viviam com outros frutos, no planeta das frutas e legumes geneticamente modificados.
Um dia ia haver uma festa de Halloween na “Grand Fruteira”, o restaurante mais famoso do planeta. Claro que a abóbora ia fazer parte da decoração, pois faz parte da decoração tradicional de Halloween. Embora a ervilha não fizesse parte da decoração tradicional de Halloween como era amiga da organizadora da festa, a manga vermelha, lá fez parte da decoração.
O melão roxo também queria participar mas a organizadora não o deixava participar pois dizia que era muito gordo.
O melão passou todo o tempo até ao dia da festa a fazer desporto.
Depois foi falar com a manga vermelha e disse:
-Agora já estou mais magro para participar na decoração da festa.
A manga vermelha disse:
-Agora estás muito magro, não vais participar.
O melão ficou de rastos, mas dois dias antes da festa recebeu uma carta a dizer:
“Vossa excelência senhor melão, venho por este meio comunicar que por ser o melhor desportista do nosso planeta, será o convidado de honra da festa que se irá realizar no dia Fevereiro de 3 no restaurante “Grand Fruteira”.
E finalmente o melão lá conseguiu ser convidado para a festa, e todos ficaram amigos para sempre.
Moral da história- Não existe só um caminho para ir à festa!!!


.
Miguel

segunda-feira, janeiro 30, 2006

AS CRUELDADES CONTRA OS ANIMAIS

Os cães são a grande atracção das colecções deste Outono/Inverno. A qualidade desta pele é idêntica à das martas ou raposas se forem esfolados vivios, o que acontece a milhares de cães em todo o mundo com a ajuda de técnicas paralisantes como electrocussão anal, genital ou ainda a introdução de água na garganta com uma mangueira,
Em carne viva, os animais acabam então por morrer e os seus cadávares regresam às jaulas onde cães esfomeados esperam pela sua vez.
Mas não só os cães que têm este triste destino, animais como por exemplo as Chinchilas também têm o mesmo destino.

Se queres saber mais vai a www.accaoanimal.com onde poderás também encontrar animais para adoptar.

Miguel

A dança do D
.
No dia, na data,
Da dança do D,
Dançar, muito agrada,
E toda a gente se vê.
.
Foram convidadas para a dança,
Muitas letras do abecedário,
E assim começa a dança:
Passo para a direita, passo para a esquerda,
Roda, roda , roda, sem parar,
E um passo para trás,
Até que zás, catrapás,
Caíram todas no chão,
Misturando-se,
Formando palavras:
Dado, dardo,
Delicioso, delicadeza,
Deserto, desarrumado,
Dália, doninha,
Dedo, etc.
No que deu as palavras da dança do D.
.
No dia, na data,
Da dança do D,
tanto bailam, tanto bailam,
Catrapus acabam no chão.
.
Rita, 6ºD

Cada Um
.
Cada um, vai à casa de cada um,
Porque cada um, quer que cada um vá à casa de cada um,
Se cada um, não quissese que cada um fosse à casa de cada um,
Então cada um não iria à casa de cada um,
Mas como cada um, quer que cada um vá à casa de cada um,
Então cada um vai à casa de cada um!

Rita, 6ºD

A Festa


A Festa
.
Era uma vez uma abóbora verde e uma ervilha amarela que juntamente com a cenoura cor-de-rosa e com os morangos cor-de-laranja viviam na quinta do Sr. António. Lá também vivia o Tiago que era um melão com quem ninguém brincava e por isso ele andava muito triste.
No dia 10 de Outubro ia haver uma festa e todos os legumes e todas as frutas iam, só o melão ia ficar em casa.
Quando já tinha perdido as esperanças teve uma ideia. Foi falar com as outras frutas e os outros legumes:
-Olhem, se vocês podem ir à festa, eu não posso porquê?
Ao que responderam em coro:
-Nós somos especiais, não há ninguém da nossa cor.
O melão foi para casa a chorar e teve uma ideia pintar-se de vermelho e preto. Assim podia ir à festa.
Quando encontrou os outros perguntou:
-Já posso ir à festa?
-Sim-responderam.
E finalmente, o melão lá conseguiu ser convidado para a festa e ficaram todos amigos!
.
Marta e Mónica

O que significa a Diversidade

O que significa a Diversidade
.
A diversidade são coisas diferentes, sejam elas animais, plantas, etc.
Tudo é diferente. Eu acho que é bom as pessoas serem diferentes, pois se todos fossemos iguais, o Mundo não tinha piada nenhuma.
É bom sermos diferentes.
Cada qual é como é, e isso não se pode mudar.
Exemplo:
Um deficiente, só por ser como é, não significa que seja tratado de forma diferente.
.
Então, para nós, diversidade significa isto!
.
Realizado por: Ana, Beatriz, Joana, Rute e Teresa.

Halloween

Halloween is a very traditional night in Britain.
It's on 31st October.
There are many parties and people wear masks.
They can dress up as ghosts and witches or as other stranger creatures, like: Dracula, Frankenstein or Terminator.
People usually makes special Halloween's lamp's from pumpkins.
You can make a lamp, too. Get a pumpkin, cut holes for the eyes, nose and mouth. Put a candle in the pumnking.
"Halloween is a terrific tradition."

Nair and Margarida

Lenga-lengas

Fui à loja do senhor Bolas

.
Fui à loja do senhor Bolas comprar bolas ora bolas para o senhor Bolas que não tinha bolas.

João


O tempo
.
O tempo pregunta ao tempo quanto tempo o tempo tem o tempo responde ao tempo que o tem tanto tempo quanto tem


Joana


Significado louco da palavra Halloween

SIGNIFICADO LOUCO DA PALAVRA HALLOWEEN
O significado da palavra Halloween veio: de um vampiro que não sabia fazer nada, uma bruxa que gostava de rir e uma abóbora que gostava de cumprimentar.
O vampiro, como não sabia fazer nada, queria sugar sangue e comer criancinhas ao pequeno- -almoço, mas tinha de se contentar com nabos, pepinos e brócolos da quinta do senhor Hermenegildo.
A bruxa, quando levantava voo, fazia uma grande algazarra. Como não parava de rir, decidiu ir por terra, porque caía sempre da vassoura abaixo ou chocava contra postes e muros.
A abóbora, como gostava de cumprimentar, quando passava por alguém, dizia "Hallo", porque o seu inglês não estava ainda muito aperfeiçoado para dizer "Hello".
Então, decidiram fazer uma reunião.
- Toda a gente que passa por nós se assusta - queixava-se a abóbora - Temos que fazer alguma coisa.
- Eu, na minha vassoura, podia colar alguns cartazes. - dizia a bruxa.
- Não - prontificou-se a dizer o vampiro, sabendo de algumas peripécias em vassoura da bruxa - Proponho que façamos um dia em que as pessoas se vistam e fiquem iguais a nós, para perderem o medo e circularmos à vontade.
- Boa ideia!!! - exclamaram todos.
E assim apareceu a palavra Halloween: Hallo dos cumprimentos da abóbora, Wee dos risos da bruxa e N de nada, porque o vampiro não sabia fazer nada.

FIM
André (Textívoro)

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Maria Recicla - Mascote dos D-Class

Maria Recicla
.
Com uma cara malandreca
e um corpo de boneca
foi criada a Maria Recicla.
O garrafão a fazer de corpo
um laço e um vestido ela tem.
A ráfia a fazer de cabelo
e umas lãs também.
Que bonita que tu és!
Não te falta mesmo nada!
AH!!
Afinal só te faltam mesmo os pés!
.
Realizado pelo grupo:
Ana , Beatriz, Iara , Joana , Rita e Rute


O segredo do rio
"Este rio tem um segredo e esse segredo é só meu"


Este livro de Miguel Sousa Tavares, fala sobre um menino e uma carpa que se tornaram muito amigos.
Eu acho que este livro quer dizer-nos que há sempre outra solução para os nossos problemas.

Leiam e divirtam-se!!!!!!


Margarida

A Dança do D

A Dança do D
.
Venham ver a dança do D
Uma dança de espantar.
De Domingo a Dezembro,
Só não dança quem não tem par.
Desde o dinossauro à dália,
Desde o dente ao dromedário.
Do dómino às damas,
Do Danoninho ao diário.
Venham ver a dança do D
Para entrar não precisa de dinheiro,
Só precisa de a palavra ter
O D como letra em primeiro.
Na Dinamarca e em Dublin
Dança a dentadura da donzela.
E nos "Damascos com Açúcar",
Dança o Dino e a Daniela.
Venham ver a dança do D
A melhor dança dançada
E assim irei dizer,
Que esta história está acabaDa.
FIM
André (Textívoro)

quarta-feira, janeiro 25, 2006

A dança do D


Numa aldeia Portuguesa realiza-se uma dança chamada “A Dança do D”. Mas muitas vezes hoje em dia pensamos: mas porque é a dança do D e não a dança de outra letra qualquer?
Existem duas teorias, mas nenhuma delas é a verdadeira, a verdadeira origem da misteriosa dança remonta ao longínquo dia de 4 do 4 de 1444 mais exactamente ás 4 horas, 44 minutos e 44 segundos.
Neste dia houve uma batalha que opôs os dois maiores exércitos, que lutavam há muitos anos para decidirem quem governava o reino, só existia uma diferença entre os dois exércitos, um defendiam o bem outro defendia o mal.
O exército que defendia o bem estava em minoria mas ganhou graças à técnica do 4.
Depois da batalha a pessoa mais sabia da aldeia organizou uma festa onde se dançaria uma única dança a dança do D.
E agora perguntam vocês: porque é a dança do D?
E eu respondo:
Porque o D é a quarta letra do abecedário.

Miguel António


segunda-feira, janeiro 23, 2006

Palavras de todas as cores

Palavras de todas as cores
Este título significa para mim que há pessoas de várias cores.
Há algumas pessoas que não gostam das outras só porque não são da mesma côr, falam mal com elas, viram-lhes a cara, etc.
Eu não sou assim. Sejam elas amarelas, pretas, castanhas, azuis, côr-de-rosa, etc, não deixam de ser como nós. Elas têm sentimentos, medos e muitas outras coisas como nós.
Se eu fosse preta ou de outra côr gostava que me tratassem bem, porque não é por sermos de outra côr, que vamos deixar de ser amigos de pessoas que têm côr diferente da nossa.
Beatriz

sábado, janeiro 21, 2006

Campanha pela Matemática




D-Class

Aqui estão já algumas das ideias.. mas são precisas mais...

Toca a pensar em frases publicitárias para pôr a Matemática na moda!

Prof. 3za



Matemática na Internet...

D-Class

Enquanto ganham coragem e se preparam os materiais para começar o trabalho no Dia D... deixo-vos aqui umas actividades matemáticas úteis e divertidas, que já havia deixado na Sala 16.

Começo pelo jogo das fracções que temos jogado na nossa "Ilha do Tesouro Matemático" (têm duas versões, uma para jogarem sozinhos, e outra para jogarem a pares ou em equipa).http://illuminations.nctm.org/ActivityDetail.aspx?ID=18. (sozinhos)http://standards.nctm.org/document/eexamples/chap5/5.1/ (pares/equipas)

Outros jogos e outras actividades para irem explorando:www.fi.uu.nl/rekenweb/en (Instituto Freudhental - Inglês - 1º e 2º ciclos)

www.fi.uu.nl/rekenweb/pt (Instituto Freudhental - Port. - 1º e 2º ciclos)

www.fi.uu.nl/en/pt (Instituto Freudhental - Port.- 3º ciclo)

www.fi.uu.nl/wisweb/en (Instituto Freudhental - Inglês – 3º ciclo)

http://matti.usu.edu/nlvm/nav/vlibrary.html (NCTM)

http://illuminations.nctm.org/tools/index.aspx (NCTM - illuminations - Tools)

http://www.funschool.com/index.html (FunSchool)

http://www.nzmaths.co.nz/BrightSparks/ (Bright Sparks)

http://arcytech.org/java/ (Java programs)

http://www.peda.com/poly/ (Poliedros)

http://www.apm.pt/apm/menumat/ (Menu Matemático – APM)

http://www.cs.uidaho.edu/~casey931/conway/money.html (Moneybags)

http://www.reniza.com/matematica/ (Matemática divertida)

http://www.coolmath4kids.com/ (Coolmaths)

E, claro, é bom que vão treinando o Inglês... muitos dos bons jogos e actividades têm as instruções nesta língua.Divirtam-se a explorar o mundo de aventura da matemática na Internet! (Depois conversamos sobre as descobertas...). Digam coisas!

Prof. 3za

terça-feira, janeiro 17, 2006

Experiência

Gente Diferente
quer fazer um blog.
Diferente, claro.

Não será Hora H, mas será dia D

Dia D é qualquer dia que se queira (embora tenha ficado na história


um dia D muito especial:http://pt.wikipedia.org/wiki/D-Day )

São os uniDos que escrevem

A equipa?

D-Class